Ervas, Especiarias e Condimentos

Esses são ingredientes que enriquecem as receitas, pois acrescentam sabor, o que realça e valoriza o que estiver cozinhando.

Além disso, podem ser utilizados para decorações dos pratos.

Aqui, faço uma lista das que eu mais uso no dia a dia e para que servem.

Açafrão – dá uma coloração amarela aos pratos. Seu sabor é delicado e é utilizado na preparação de frutos do mar, aves, risotos e na paella.

Aipo – também conhecido como salsão, suas folhas são aromáticas e podem ser utilizadas em saladas, molhos e caldos. Já o caule, pode ser utilizado em tudo na culinária, como molhos, sopas, recheios, saladas e caldos.

Alecrim – erva aromática que pode ser usada em assados a base de peixes, carnes e massas. Combina muito bem com azeite de oliva e alho.

Alho – creio que seja um dos ingredientes mais utilizados nos pratos culinários. Deve ser utilizado com cuidado para não sobrepor o sabor do ingrediente principal. O segredo na hora de dourar o alho é não fritar em excesso pois acrescentará um sabor amargo. Uma leve dourada é suficiente.

Alho-Poró – possui folhas longas e verdes e um bulbo branco. As folhas podem ser utilizadas para aromatizar caldos, sopas e ensopados. Já a parte branca se utiliza em refogados, recheios de tortas, quiches e nos molhos para massas.

Canela – nada mais é do que a casca de uma árvore que pode ser em pedaços ou moída. Pode ser usada em doces, Caldas, mingaus, arroz sírio, etc.

Cebolinha – também bastante comum na culinária brasileira, é usada como tempero em várias receitas. Ótimo combinar com a salsinha ou o coentro.

Cheiro-verde – também conhecido como salsinha e pode ser usado em molhos, refogados, assados e como decoração de pratos.

Coentro – bastante utilizado na culinária do Norte e Nordeste do Brasil, tem um gosto bem característico e pode ser usado para temperar peixes, frutos do mar e moquecas.

Erva-doce – sabor bem característico, suas sementes são utilizadas em doces, bolos, pães e tortas.

Gengibre – possui um aroma delicioso e um sabor um pouquinho picante. Pode ser usado em peixes, frutos do mar, moquecas, aves, molhos, biscoitos, bolos e tortas.

Louro – bastante utilizado para dar sabor ao feijão, também pode ser usado para caldos, ensopados, marinadas e para aromatizar qualquer carne.

Manjericão – de aroma bem característico, pode ser utilizado na preparação de molhos, pastas, cremes, saladas e recheios de tortas.

Noz-moscada – tem sabor bem delicado e ao ralar pode ser usada em sopas, carnes, molhos, aves, ensopados e assados.

Pimenta-do-reino – deve ser moída na hora para que se mantenha seu sabor e aroma característicos. É usada para temperar carnes, peixes, aves, sopas, caldos, molhos, ensopados e conservas.

Tomilho – lembra bastante o orégano, porém é mais suave. Bastante usado para temperar carnes, aves e saladas. Combina bastante com azeite de oliva.

Anúncios

Cuscuz Marroquino com Camarão

Toda semana tem feira perto de casa. E eu sempre passava na frente da barraca do peixe e via um monte de camarões lindos e morria de medo de comprar.

Um dia decidi comprar para experimentar e desde então compro toda semana.

E olhando um dos meus livros de receitas achei uma receita de cuscuz marroquino e resolvi incrementar.

Ficou deliciosa! Acabou rapidinho. Marido adorou e cunhado detonou o que a gente ia comer de jantar. Rsrs

Além disso, não é trabalhoso. Fácil de fazer, só demanda um pouquinho de tempo.

.

INGREDIENTES:

  • 500 gramas de camarão médio ou pequeno
  • 1 xícara e meia de sêmola de trigo (cuscuz marroquino)
  • 1 cebola grande picada
  • 1 cenoura grande ralada
  • 1 abobrinha ralada
  • 2 talos de aipo (salsão) cortados em cubinhos
  • 1 pimentão amarelo cortado em cubinhos
  • 2 tomates em cubinhos
  • 1 caldo Knor de legumes
  • 500 ml de água
  • As cascas e cabeças dos camarões 
  • Sal a gosto 
  • Pimenta do reino a gosto
  • 2 colheres de sopa de azeite

.

MODO DE FAZER:

  1. Em uma panela, coloque a água, adicione um fio de azeite e dissolva o caldo Knor;
  2. Acrescente nessa água as cascas e cabeças do camarão, as cascas da cenoura e da abobrinha, metade da cebola e ferva esse caldo por 20 minutos;
  3. Tempere os camarões com sal e pimenta do reino;
  4. Enquanto ferve o caldo, vá cortando os legumes;
  5. Em outra panela, aqueça o azeite e coloque os camarões para dourar dos dois lados (cerca de 3 minutos cada lado). Reserve os camarões;
  6. Na mesma panela dos camarões, no mesmo azeite, coloque a cebola, o aipo e os pimentões. Adicione dois dedos de água e deixe refogar por uns 5 minutos;
  7. Após, adicione a cenoura e a abobrinha ralada. Refogue por mais 5 minutos;
  8. Coloque o tomate, de uma mexida, coloque duas pitadas de sal e refogue por 2 minutos;
  9. Enquanto vai refogando os legumes, assim que o caldo ficar pronto, coe e despeje num refratário a sêmola de trigo e o caldo para hidratar o cuscuz. Após 5 minutos hidratando, separe os grãos com um garfo;
  10. Depois que o refogado estiver pronto, desligue o fogo. Adicione os camarões e mexa. Depois adicione o cuscuz hidratado e misture bem;
  11. Pode ser servido quente ou frio;
  12. Se quiser, pode colocar salsinha.
Bom Apetite!!!

Sagu com Vinho

Essa é uma sobremesa maravilhosa e totalmente vegana.

Quem nunca experimentou, vale a pena fazer. Não é difícil e fica uma delícia.

.

INGREDIENTES:

  • 1 litro de suco de uva
  • 250g de sagu
  • 1 garrafa de vinho tinto seco
  • 7 cravos
  • 3 paus de canela
  • 1 xícara de chá de açúcar  

.

MODO DE FAZER:

  1. Coloque de molho o sagu por duas horas cobrindo tudo de água.
  2. Numa panela, adicione o suco, o vinho, os cravos e a canela. Deixe ferver.
  3. Após ferver, adicione as bolinhas de sagu que ficaram de molho. 
  4. Deixe cozinhar, mexendo sempre, até que as bolinhas fiquem quase transparentes (cerca de 30 minutos).
  5. Após, adicione o açúcar e mexa por mais 5 minutos, sem parar.
  6. Apague o fogo e tampe a panela enquanto aguarda esfriar.
  7. Depois de frio sirva ou coloque na geladeira.
Bom Apetite!!!